Domingo, 13 de Junho de 2021 00:00
(86) 99861-1711
Polícia Justiça

STJ nega liberdade para acusado de matar Vanessa Carvalho

O crime aconteceu em setembro de 2019 e resultou na morte de Vanessa Carvalho.

09/06/2021 13h01
Por: Janiele Chaves Fonte: Cidade Verde
 STJ nega liberdade para acusado de matar Vanessa Carvalho

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou nesta terça-feira (08) o pedido de habeas corpus apresentado pela defesa do empresário Pablo Henrique Campos Santos,  acusado de atropelar a ex-namorada e a amiga na saída de uma festa de casamento. O crime aconteceu em setembro de 2019 e resultou na morte de Vanessa Carvalho. 

Por unanimidade, os ministros que compõem a quinta turma do STJ decidiram manter a prisão preventiva do réu, negando os argumentos da defesa para o pedido de concessão da liberdade provisória, como o fato dele ser portador de diabetes e os riscos de agravamento por causa da pandemia da Covid-19. Um outro pedido de relaxamento de prisão já havia sido negado pelo Tribunal de Justiça do Piauí. 

Com a decisão, Pablo Henrique Campos Santos permanecerá no sistema prisional, respondendo tanto pelo crime de feminicídio (da amiga) quanto pela tentativa (da ex-namorada) e aguardando a segunda fase do júri popular. 

A manutenção da prisão do empresário foi comemorada por familiares e amigos de Vanessa Carvalho. A advogada Lina Brandão, que representa a família, avalia que a decisão foi acertada, tendo em vista as circunstâncias e a repercussão que o crime ganhou. 

"Foi uma decisão apertadíssima. Nós já esperávamos que o STJ ia manter a prisão do Pablo Henrique Campos Santos, já tínhamos convicção plena de que ele ia permanecer preso, tendo em vista que ele goza de boa saúde no sistema prisional e que tem condições de manter o tratamento no sistema prisional. A família ficou muito mais aliviada. Os corações e os ânimos se acalmaram", destacou. 

Ainda de acordo com advogada, família de Vanessa Carvalho defende agilidade na marcação da segunda fase do julgamento. "O que queremos é fazer o julgamento dele em plenário do júri, mas ainda cabe recurso. Temos que aguardar se a defesa vai protocolizar algum recurso",explicou. 

Relembre o caso

Vanessa Carvalho e a amiga Anuxa Alencar foram atropeladas no momento em que saiam de uma festa de casamento em um buffet na Avenida Homero Castelo Branco, zona leste de Teresina, na madrugada do dia 29 de setembro de 2019. O acusado do crime é Pablo Henrique Campos Santos, que na época era namorado de Anuxa. 

Ele1 - Criar site de notícias