Quinta, 02 de Dezembro de 2021 06:08
(86) 99861-1711
Brasil Marketing Médico

O efeito lupa no marketing digital médico.

Por Ítala Barros

11/09/2021 11h32 Atualizada há 3 meses
Por: Itala Barros
O efeito lupa no marketing digital médico.

 

Cada vez mais presentes nas redes, os profissionais de saúde vêm buscando espaço na era digital para dar destaque ao seu serviço e conseguir uma aproximação com seus pacientes. Desde março/2020, com a pandemia COVID-19, nota-se uma acentuada aderência dos médicos ao mercado digital e, consequentemente, um aumento considerável de processos éticos.

Muito tem se falado sobre regras de publicidade e críticas aos Conselhos de Classe, mas, na realidade, esse não deveria ser o motivo para médicos serem cautelosos em suas redes sociais. Existe um efeito da exposição muito mais rápido que as notificações do CRM, que não pode ser ignorado: o efeito lupa.

As páginas de mídias devem ser vistas como uma lupa, um zoom às atividades, rotinas e conteúdos profissionais que aquele indivíduo decidiu compartilhar. Portanto, elas permitirão uma maior acessibilidade àquele profissional tanto nas horas boas, como naquelas mais delicadas. É preciso ética, conhecimento e responsabilidade para lidar com os dois momentos.

Um dos argumentos mais fortes da corrente contrária à flexibilização das regras de publicidade médica é que nenhum profissional compartilhará os seus resultados ruins, a parte dolorosa ao paciente, os riscos e imprevistos, assim, essa corrente acredita que a permissão de exposição de pacientes poderia resumir o marketing médico a uma enxurrada de “antes x depois” e promessas de resultado.

Ainda que os Conselhos estejam focando na guarda dos pacientes, da sociedade em geral e na não mercantilização da prática médica, é preciso que o profissional médico veja sob seu próprio ponto de vista: a permissão de exposição de paciente e imagens de resultado pode prejudicar a própria carreira médica a longo prazo.

De certo que imprevistos e intercorrências acontecem, essas ocasiões terão muito mais visibilidade e nem sempre serão compreendidas pelo público leigo. Ainda, a aproximação demasiada com o público aberto pode gerar desgastes com esses pacientes que seriam evitados usualmente com uma simples “mudança de médico”.

O receio de um processo ético/jurídico não deve ser o norte das estratégias de marketing profissional. Há tanto mais o que pesar. A relação médico-paciente eficaz é duradoura e baseada em confiança: ela não exime o médico do dever de informação ao paciente, mas não lhe onera com o dever de provar cada ato médico ao paciente. Imagine que desgastante seria ter que provar previamente e cabalmente cada conduta adotada?

O profissional que já tenha considerado esse cenário, certamente não está tão preocupado com a restrição de publicação de imagem, pois ele já entendeu que essa ferramenta precisa ser utilizada estrategicamente para ser, de fato, benéfica às suas atividades. Absolutamente nada é por acaso no marketing digital e toda ação possui uma consequência.

Assim é que, independente de proibições, o profissional médico deve focar no que ele gostaria de obter através do uso das mídias sociais e considerar um prazo menos imediato, uma vez que pretende viver de seu ofício por muitos anos. Tão logo identifique o seu objetivo final, é preciso que adote as estratégias corretas para alcançá-lo, a fim de que o paciente conheça aquele profissional, mas se mantenha a hierarquia técnica na prestação do serviço de saúde, permitindo que aquela relação médico-paciente perdure, ainda que o médico venha a se ausentar dessa ferramenta no futuro.

Nem tudo que é permitido convém.

Itala Barros
Sobre Itala Barros
Advogada, OAB/PI 13.612. Especialista em Direito Médico e Hospitalar pela Escola Paulista de Direito -EPD. Membra da Comissão de Saúde da OAB/PI. Palestrante. @italabarros_
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sábado (04/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias