Segunda, 18 de Outubro de 2021 05:48
(86) 99861-1711
Brasil COVID

Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro avaliam flexibilização do uso de máscara

Cobertura vacinal e números de casos estão sendo avaliados

07/10/2021 10h31
Por: Caio Reis Fonte: Www.cnnbrasil.com.br
Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro avaliam flexibilização do uso de máscara

Três capitais brasileiras avaliam suspender a obrigatoriedade do uso de máscara em locais abertos. Florianópolis, Rio de Janeiro e São Paulo anunciaram que estão avaliando a cobertura vacinal da população e os números da Covid-19 antes de tomar alguma decisão.

Rio de Janeiro

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), acredita que o Réveillon e o Carnaval poderão acontecer sem que as pessoas usem a proteção, além de não precisar seguir o distanciamento social.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde carioca, até o dia 15 de outubro, 65% da população deve estar completamente vacinada, portanto, o uso de máscaras poderá ser liberado em locais abertos.

Florianópolis

A prefeitura de Florianópolis afirmou que vai parar de exigir uso de máscara em espaço público quando a cidade atingir 80% da população com o esquema vacinal completo.

Hoje, 61,85% da população da capital catarinense está totalmente vacinada contra a Covid-19.

São Paulo

Em São Paulo, já há um estudo que propõe flexibilizar o uso de máscara quando 100% da população acima dos 60 anos já tiver recebido as duas doses da vacina e a dose de reforço, e 90% da população adulta estiver com a segunda dose aplicada.

Atualmente, 81,75% da população da cidade com 18 anos ou mais já está com a imunização completa.

Primeira cidade a desobrigar o uso de máscara

Com 46,8% de cobertura vacinal completa, a Prefeitura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, publicou, na tarde desta terça-feira (5), um decreto desobrigando o uso de máscara facial no município. A cidade, agora a primeira do país a derrubar a obrigatoriedade do equipamento de proteção, tem pouco mais de 900 mil habitantes e acumula mais de 25 mil casos confirmados de Covid-19 (25.936).

Segundo a prefeitura do município da Baixada Fluminense, a nova determinação leva em conta o número de pessoas vacinadas contra o novo coronavírus na cidade da e os índices de casos da doença.

Ele1 - Criar site de notícias