Quarta, 19 de Janeiro de 2022 23:56
(86) 99861-1711
Brasil OAB-GO

ÚLTIMO ATO SOLENE DA DIRETORIA DA OAB-GO COM SUBSEÇÕES, EMOÇÃO E RECONHECIMENTO MARCAM ENCERRAMENTO DO 42º COLÉGIO DE PRESIDENTES

"Agradeço por termos feito mais que o esperado na ESA. A vocês, presidentes, aqui se despede um diretor que muito errou e acertou. Mas saibam que hoje perdem um diretor e ganham um presidente amigo", declamou, em versos.

15/12/2021 18h16 Atualizada há 1 mês
Por: David Pacheco Fonte: ASCOIM
ÚLTIMO ATO SOLENE DA DIRETORIA DA OAB-GO COM SUBSEÇÕES, EMOÇÃO E RECONHECIMENTO MARCAM ENCERRAMENTO DO 42º COLÉGIO DE PRESIDENTES

No último ato solene da diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Goiás (OAB-GO) junto às subseções, a emoção e o reconhecimento pelo trabalho desempenhado em seis anos marcaram o encerramento do 42º Colégio de Presidentes na noite desta quinta-feira (10 de dezembro). Aplaudidos de pé, os diretores avaliaram a trajetória de dois mandatos à frente de uma das maiores instituições civis, suas dificuldades, acertos e aprendizados. Sob forte emoção, garantiram que a luta classista vai continuar.

O presidente Lúcio Flávio de Paiva concluiu que o Colégio cumpriu o propósito de ser um momento de congraçamento e reflexões. "Foi um dia de muita emoção, lágrimas, conversas, abraços. Termino este Colégio agradecendo a cada presidente pela convivência e os aprendizados. Foram seis anos de enormes desafios. Ser presidente da OAB-GO foi meu primeiro e único cargo nesta instituição. À minha diretoria, minha eterna gratidão. Ao próximo presidente, Rafael Lara, desejo uma liderança sábia e humilde".

Emocionado, o vice-presidente Thales Jayme recordou o dia que recebeu o convite para ladear o presidente Lúcio Flávio. "A OAB-GO me proporcionou conhecer pessoas incríveis e eu sou só gratidão por tudo. Aprendi muito com a sua pessoa, Lúcio Flávio, com sua integridade moral, seu caráter, sua educação, seu espírito republicano em conduzir a presidência da Ordem. Isso é só para os grandes de caráter, formação, espírito e alma", reforçou.

O secretário-geral, Jacó Coelho, afirmou que pode olhar para cada um e dizer que conhece a realidade e a necessidade de cada subseção. "Aprendi muito com vocês. Para mim só existe uma advocacia e um corpo diretivo e tenho a honra de dizer que sempre tive a oportunidade de conviver com todos e ter um relacionamento verdadeiro. Nós apenas devolvemos aquilo que vocês também fizeram por nós. Todas as lutas que tivemos valeram a pena. Dirigentes de Ordem são aqueles que sempre acreditam nos sonhos e se nós não acreditássemos nisso, teríamos desistido com os primeiros desafios."

O presidente eleito Rafael Lara Martins, por sua vez, disse encerrar o último Colégio ao mesmo tempo com sentimento de saudade e com a missão de seguir em frente. "Agradeço por termos feito mais que o esperado na ESA. A vocês, presidentes, aqui se despede um diretor que muito errou e acertou. Mas saibam que hoje perdem um diretor e ganham um presidente amigo", declamou, em versos.

A secretária-geral adjunta, Delzira Santos, disse que foram anos difíceis, mas os relatos (dos presidentes de subseções) mostram que "fizemos a coisa certa. É muito bom ter o trabalho reconhecido. Ao presidente Lúcio, tudo que foi falado aqui mostra o homem que você é, ótimo advogado, pessoa leal e excelente gestor. Aos colegas desejo muita sorte e que sejam leais ao juramento de vocês."

O diretor tesoureiro, Roberto Serra da Silva Maia, destacou ser esse momento um misto de emoção e gratidão. "O tempo me trouxe até aqui, me trouxe maturidade, o respeito e a admiração a cada um de vocês. O tempo pode ser lento para aqueles que esperam; rápido para aqueles que têm medo; longo para aqueles que festejam, mas para aqueles que amam, que exercem a profissão com amor e com vocação esse tempo é eterno", avaliou.

Ele1 - Criar site de notícias