Quinta, 26 de Maio de 2022 18:49
(86) 99861-1711
Brasil Destaque

Deusdedit Sousa se torna o Advogado mais velho do Piauí e recebe homenagens da OAB

Membro Honorário Vitalício da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

13/02/2022 11h32 Atualizada há 3 meses
Por: Francisco Barbosa Fonte: Ascom/OAB
Deusdedit Sousa se torna o Advogado mais velho do Piauí e recebe homenagens da OAB

O advogado Deusdedit Sousa, Membro Honorário Vitalício da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Piauí, comemora os 100 anos de idade neste domingo (13/02). Presidente da instituição no período de 1985 a 1987, décadas depois ele ainda é reverenciado pela contribuição que deixou. Deusdedit Sousa é lembrado pela articulação de ações de fortalecimento da advocacia, pela dedicação na defesa da categoria e das demandas com interferência social. Dentre todos os presidentes da Ordem, ele é o primeiro a atingir o centenário na história da Seccional piauiense.

Em sua homenagem, a OAB Piauí destaca os principais feitos e bandeiras levantadas por ele enquanto gestor e advogado militante. Ouvido pela Ordem, o ex-ministro e atual secretário de Planejamento de Teresina, João Henrique Sousa, um dos três filhos do homenageado, fala da relação familiar e profissional do ex-presidente da OAB-PI.

CARREIRA

João Henrique lembra que Direito não foi um amor à primeira vista para o pai. Deusdedit formou-se, inicialmente, como técnico de contabilidade e por influência de colegas do período de faculdade, só depois ingressou no curso Direito.

“Um dos colegas que formou-se com ele, chamado de José Lopes, que ainda está vivo, foi quem o incentivou. Eu tinha 16 anos e já era repórter da Rádio Difusora. Tive a satisfação de transmitir a solenidade de diplomação dos bacharéis, em 1966, direto do Clube dos Diários. Essas são as primeiras lembranças que tenho do meu pai já vivendo à advocacia”, relembrou.

Após formar-se em Direito, a trajetória profissional de Deusdedit Sousa ganhou força com a instalação do escritório numa das disputadas salas construídas no primeiro andar de um prédio comercial no centro de Teresina.

Aos poucos, com passos curtos e paciência, Deusdedit Sousa ingressou em um seleto grupo de advogados que começavam a se destacar na profissão. Entre eles estava o também advogado Celso Barros Coelho, que também presidiu a Ordem, e anos depois se tornaria avô de um também presidente da OAB, Celso Barros Coelho Neto.

“O que chamou atenção é que o escritório do meu pai foi o primeiro com ar-condicionado, era uma novidade (risos). Até nos dias atuais ele continua a frequentar o espaço, que se mantém organizado e com um acervo de livros e obras pessoais. Ele adora aquele lugar”, revela.

UM HOMEM DE DIÁLOGO

João Henrique destaca que a principal característica do pai é a postura de um homem conciliador. Ele acredita que isso pode ser atribuído, sobretudo, pela prática da advocacia. Deusdedit Sousa trabalhou por décadas na área de Direito Cível, Direito da Família e Sucessões. “Ele é conhecido nas duas áreas como conciliador, hábil, muito querido pelos seus clientes. Não há registro de nenhuma divergência, por menor que seja, entre o advogado Deusdedit Sousa e seus clientes”, afirmou.

O trabalho realizado por Deusdedit à frente da Seccional do Piauí está imortalizado na construção do prédio da entidade. Foi na gestão coordenada por ele, devido às boas relações que cultivava, que a OAB estabeleceu sede própria, alavancando a importância da advocacia perante a opinião pública. Ressalta-se que naquele período havia grande dificuldade de reunir recursos por conta do baixo número de contribuintes nas receitas da Ordem.

“O grupo da época, que dirigiu a OAB, começou o prédio que hoje é um monumento. Quando o meu pai chegou, eu me lembro da luta dele, muito grande, para conseguir as cadeiras do auditório. Deve ser registrado que foi ele que conseguiu que o então governador Hugo Napoleão ajudasse a OAB a concluir aquele espaço, pois as dificuldades eram grandes”, esclareceu João Henrique Sousa.

Entre tantas memórias, uma frase marcante dita pelo pai, jamais será esquecida : “Seja extremamente honesto com o seu cliente. Não pode haver segredos entre o advogado e o cliente. E não se pode, jamais, sob hipótese alguma, ser passada alguma conversa ocorrida entre o advogado e o cliente”. Anos depois, João Henrique seguiu os passos do pai e também se tornou advogado.

LEGADO

O atual presidente da Seccional Piauí, Celso Barros Neto, ressalta o legado democrático e norteador do futuro deixado por ele. A contribuição que deixou à Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, é um exemplo de ética e moralidade.

“Chegar aos 100 anos é uma dádiva de Deus. Deusdedit Sousa é uma das figuras emblemáticas da OAB-PI. Foi presidente da Seccional e é um homem de Ordem, sempre atuante. Além disso, um cidadão piauiense, referência para todos nós. Estamos muito felizes de podermos celebrar o seu centenário. Ele é exemplo para a nossa sociedade”, finalizou Celso Barros Coelho Neto.

-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (27/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sábado (28/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias